Qual é a melhor prancha de Surf para alguém que já consegue apanhar ondas sozinho?

Qual é a melhor prancha de Surf para alguém que já consegue apanhar ondas sozinho?

A melhor resposta para esta pergunta é uma “resposta de miss” 😅: Depende!

E depende de quê, perguntam vocês?

Depende de múltiplos fatores, os quais deves analisar pela ordem que os passo a listar:

1️⃣   Quando dizem que já apanham sozinhos, o que quer dizer? Tens a certeza que apanhas as ondas, que consegues fazer match com a velocidade e energia da onda, e não são as ondas que te dão um encontrão e tu lá vais?

Muitas vezes, existe esta ilusão. Desculpem destroçar os vossos corações! Mas a verdade é que falta ainda know how acerca do mar e das ondas, então a maior parte das vezes que de facto conseguem apanhar uma onda, na verdade ainda é a onda que vos apanha. Então talvez ainda seja hora de manter volume na vossa prancha e tardar performance. Talvez até manter uma “prancha de Escola” ligeiramente mais pequena do que a que usaste até agora para aprender. Mas nunca nunca, mudar radicalmente o tipo de prancha ou dimensões, para não sentires dificuldade na transição.

2️⃣   Andas numa escola, e já tens autonomia a apanhar algumas ondas, mas o Surfista/Monitor/Instrutor/Treinador/ Professor que te acompanha ainda te escolhe as horas das aulas, melhor maré, Spot e dentro do spot orienta-te como chegar ao lineup? Ou já praticas sozinho ou com amigos e portanto geres toda a informação anterior por ti?

Esta questão é muito relevante, pois independentemente do grau de formação de quem te acompanha, tens de certa forma a vida facilitada, pois o teu campo de jogo está, à partida, aferido para o teu nível. Se sim, podes dar um salto maior na performance da tua prancha, pois terás a da escola para te apoiar.

Aqui surge outra situação: vais trocar de prancha? O que quero perguntar é, se precisas de vender a tua presente prancha para adquirir a próxima. Eu sei que pode ser uma necessidade, mas se possível, aconselho a manter as duas, até que a evolução aconteça e a nova prancha também se torne uma extensão do teu corpo.

Também ajuda quando, és um praticante regular de um local/spot/praia, o que te vai ajudar a compreender a tua praia mais rápido e permitir ter uma prancha ajustada a esse mar. Sim, as ondas têm padrões bem diferentes de praia para praia. Também esta nota irá influenciar esta tua compra. Essa é também uma razão pela qual os surfistas têm grandes coleções de pranchas, não só para se ajustarem aos diferentes tamanhos e força das ondas, mas também porque a tipologia, energia e força dessas ondas varia de praia para praia.

3️⃣   Se estás inscrito numa escola, pretendes continuar a ser acompanhado?

Aqui a questão prende-se com o facto de poderes continuar a usar o Quiver da escola mais uns tempos. É o ideal e mais uma das razões pelas quais somos a favor desse acompanhamento. Parece que é um gasto extra, mas na verdade estás não só a poupar dinheiro nas trocas de pranchas que terias de fazer para teres acesso a um grande Quiver (conjunto) de pranchas, mas porque a tua curva de aprendizagem vai ser mais inclinada!

4️⃣   A tua escola tem um quiver de pranchas completo?

Se sim, excelente! Usufrui. Mas se quando olhas para o Quiver da tua escola só vês pranchas grandes, bom então está na hora de procurar uma escola que tenha condições de fazer formação e acompanhamento contínuo. Já agora, uma nota, qual o estado das pranchas da tua escola? Se estas tem um ar velho e miserável, e estão cheias de toques e cortes, então está na altura de investires numa escola que também invista em ti e em novos equipamentos. Todos os anos, até as pranchas de escola sofrem melhorias e inovações, estudadas a pensar na tua evolução. Se a tua escola não avança, avança tu!

5️⃣   Nas tuas sessões de Surf, qual o racio entre as ondas que tentas apanhar e realmente apanhas?

Se a relação é superior a 70%, ok, avancemos para uma prancha com um pouco mais de performance para que possas começar a pensar nas primeiras manobras.

6️⃣   E dentro do resultado do racio anterior, as ondas que apanhas sozinho, têm parede para correr e tu consegues correr a onda até à praia ou ainda vais em frente?

Se ainda vais em frente, primeiro tens de aprender a correr a onda para o lado esquerdo ou direito. Se já corres a onda, então é hora de menos volume e mais performance. Existem no mercado soluções, ainda em pranchas de esponja, que já te vão permitir evoluir e muito nesta fase, pois o formato evolui muito comparativamente às pranchas de escola mais quadradas e também já tens a possibilidade de ter quilhas rígidas que faz uma diferença gigante no drive da prancha – capacidade de resposta da prancha à tua condução.

7️⃣   E quantas vezes por semana praticas?

Se só consegues praticar uma ou duas vezes por semana e às vezes falhas, talvez tenhamos que admitir que pranchas de TOP performance não serão para esta fase. Serão para um dia em que consigas praticar de forma mais regular. Mas atenção, que nem sempre as horas de mar, são condição necessária para evoluires. No entanto, teremos que avaliar a tua condição fisica geral e forma de manter a tua condição física específica, para que com esta regularidade, possamos recorrer a mais ou menos volume.

8️⃣   Fazes mais alguma actividade física ou treinas para te manter em forma quando não consegues ir à praia?

Neste caso, apesar de até teres habilidades, podes ter de adicionar volume extra, para compensar a falta de condição física específica do surf, para que mantenhas uma boa média de ondas apanhadas por cada sessão. É uma das razões que vês os surfistas mais antigos a optar por pranchas com mais volume: não só porque muitas vezes estamos mais pesados 😅, mas também porque razões familiares, sociais, profissionais que já não nos permitem passar tanto tempo no mar e consequentemente permanentemente em forma, como quando éramos jovens! Há que ter a mente flexível e aceitar que nem sempre performance tem de vir associada a pranchas pequeníssimas, curtas e leves.

9️⃣   Já tens o teu estilo definido?

Este assunto também é sensível. No mundo atual, há que considerar que muitos dos nossos praticantes estão a começar já em adultos, como tal, essas pessoas nunca vão ter verões inteiros de mar como nós enquanto adolescentes e jovens adultos em fase de universidade, tivemos. Então, poderá dar-se o caso em que o nosso conselho passe por adquirir uma “prancha de escola”.  Afinal o grande objetivo é apanhar ondas, muitas ondas, verdade? Mais uma vez, apelamos a mentes flexíveis… Como aprendi um dia: “O mapa não é o território!” 😀

A compra da primeira prancha é muitas vezes uma compra furada e eventualmente um investimento inglório, pois se te encontras numa fase de evolução (que na verdade sempre estamos), no entender do Método Good Surf Good Love, o ideal é ires passando de prancha em prancha, de forma progressiva e de forma a que notes pouco a diferença entre pranchas, para que nunca transites para uma prancha que te seja difícil de gerir. Se não tiveres esta possibilidade a tua curva de aprendizagem vai estar obviamente condicionada.

Então, se compras uma prancha super ajustada à próxima fase da tua evolução, dentro de muito pouco tempo, terás de trocar de prancha, para continuares a evoluir. Se comprares uma para as habilidade que hás-de ter, mas ainda não tens, vais demorar mais a chegar lá a esse nível. Ou seja, será que sequer lá chegas. (Na nossa opinião, curva de aprendizagem deve ser sempre facilitada, nunca saltes nenhuma etapa, da tua evolução. Pois sabemos que vais pagar bem caro esse salto, ficando preso num futuro próximo nível, do qual nunca vais sair!

Então, aí tens uma razão para investires em ti, continuando a ser acompanhado na tua escola, de forma a poderes usufruir do conjunto de diferentes pranchas que uma escola de formação deve ter.

A sorte é que hoje, todos vocês têm acesso aos mesmo materiais que as escolas, também têm. E não me estou a referir aos equipamentos das grandes superfícies, que todos sabemos que são sempre sempre de performance bem inferior aos equipamentos profissionais. Então, porque não ter uma prancha igual à da vossa escola? Para que possam fazer a vossa prática com autonomia, extra escola?

Podes consultar alguns sites de pranchas de marcas superiores, onde fazem uma relação entre o peso, altura e habilidades do Surfista. Mas na nossa opinião, esta tabela é super vaga. É necessário analisar a condição fisica do praticante, a regularidade da sua prática, habilidades bem aferidas, pois no mercado apenas se fala de iniciados, nível intermédio, avançados, mas esta informação é só absolutamente vaga!

Se leste toda esta explicação e te estás a perguntar, então mas afinal qual a resposta a esta pergunta?

Cada caso é um caso.  Temos vários casos de sucesso e temos obviamente uma série de equipamentos e modelos que sabemos que resultam. Qual é o teu caso? Teremos muito gosto em apoiar a tua compra, numa sessão de consultoria e ainda acompanhar-te à loja, para não fazeres asneira ou comprares alguma coisa por impulso, porque o vendedor é mesmo bom e os objetivos do mês estão a fechar ehehe! Já me aconteceu!😅