Marés, como funcionam ?

Guardei esta imagem que data 7 de janeiro de 2014, não por não ter aceite esta retoma do mar, mas porque não queria a Good Surf Good Love conotada com o caos.

🌞•🌔

Não percebi logo que, afinal, a marca vem precisamente desse caos e da aceitação plena desse vai e vem das tempestades, marés, ventos e das cíclicas aparições de sol-lua. 

Hoje tiro-a do baú, e aproveito para explicar que fatores se combinaram neste resultado cocktail molotov.

Neste dia estavam 12 a 16 metros de ondulação, as vagas tinham 24s de período e a maré, que estava viva, tinha 3,6m na sua altura máxima.

🟢 E o que são as marés-vivas?

Quem já passou dias inteiros de verão na praia, sabe que a maré vai e vem. Essa ação entre maré cheia, ou preiamar, e maré vazia, ou maré baixa, é provocada pela ação gravitacional da lua e do sol.

🌞•🌔

“As marés são oscilações periódicas do nível do mar e são o resultado da atração do Sol e da Lua sobre as partículas líquidas dos oceanos”. At https://tabuademares.com/mares

Conforme a Terra, a Lua e o Sol se vão combinando em diferentes alinhamentos, vão gerando doferentes tipos de marés.

De uma forma geral, todos os dias ocorrem 4 marés separadas por períodos de mais ou menos 40 minutos. Que é o período de tempo que a maré demora a transitar entre cheia e vazia. 

Conforme as fases da lua podemos ter 2 tipos de marés: as marés vivas e as marés mortas.

As marés vivas ocorrem nas fases de lua cheia e de lua nova, quando a Terra se alinha com a Lua e o Sol. Ou seja, todos os meses ocorrem as várias marés: 2 marés vivas nas Luas Cheia e Nova, e 2 marés mortas nas Luas Quarto Crescente e Quarto Minguante. 

🌔🌓🌒🌘

Em Portugal as marés oscilam entre 0,1 e 3,9m no caso das marés vivas. No caso das marés mortas, a variação da amplitude é muito pequena variando entre 1,4 e 2,5m. Noutras zonas do planeta as amplitudes variam. Em alguns locais são completamente nulas, noutras, pelo contrário, as diferenças são maiores.

Quando as marés vivas de maiores amplitudes, se combinam com uma tempestade que traga uma grande agitação marítima com ondas grandes, de período com valores também elevados, resulta nestas invasões, por vezes até em cheias, mesmo sem haver chuva, em zonas costeiras, especialmente quando a costa desta zonas é baixa.

🌍Este fim de semana em que a elevada precipitação, combinada com a grande ondulação – 7 a 14m com um período elevado – 17 a 19s (que não expliquei aqui, mas fica para breve) já fez grandes estragos, mesmo sendo num período de marés mortas. Imaginem que estas se tratavam de marés vivas? Certamente fariam ainda mais estragos.

nota: para consultarem as marés, façam-no aqui: https://www.hidrografico.pt