16 erros mais comuns da posição base

16 erros mais comuns da posição base

Anteriormente já vos dei a nossa descrição muito geral da Posição Base do Surf, a que defendemos no nosso método de ensino. Hoje vamos descrever-te alguns dos erros mais comuns.

    1. Base muito aberta – Faz com que tenhas muito menos mobilidade de movimento na coxo-femural, e também que o peso do teu corpo fique projetada para trás do centro da prancha, que vai fazer com que traves. A chamada posição “pé no nose, pé no tail, também te vai tirar equilíbrio, estabilidade e força nas pernas, de que vais precisar lá mais para a frente, quando começares a fazer manobras. 
    2. Base muito fechada – Base muito fechada, também te vai tirar equilíbrio e estabilidade. Aliás, um erro que não está aqui listado e que deves saber é que os pés não devem permanecer fixos, devem ir sendo ajustados. Mesmo quando ainda só andas em frente, deves ir treinando os pezinhos de dança, leves na prancha, para os poderes ajustar quando começar a ser mais necessário. 
    3. Pé da frente aponta para o nose – Este, infelizmente já vi a ser ensinado na praia. Grave, pois também não nos permite ter equilíbrio na prancha e também vai dificultar as viragens. Se cometes este erro, deves corrigi-lo por excesso e colocar perpendicular ao stringer da prancha – aquela linha de madeira que atravessa toda a prancha desta a parte de trás até à pontinha da frente. 
    4. Achar que o pé de trás tem de estar em cima das quilhas nesta fase inicial – então, se os pés/apoios devem ter a largura dos ombro, mais ou menos, e se o pé da frente deve estar no centro/ meio da prancha, é só fazer a matemática. É claro que vamos precisar de colocar o pé de trás lá nas quilhas para virar. Mas para já as viragem, enquanto o angulo de viragem ainda é pequeno, podem ser feitas com movimento ligeiro de flectir, olhar e rodar/inclinar na subida. Mais tarde havemos de deslocar ambos os pés se se tratar de uma prancha grande ou apenas o de trás se já andas de shortboard, para fazer uma viragem mais radical. 
    5. Achar que a posição dos pés é fixa – Não é. Quer andes de prancha grande ou pequena, vais ter de ajustar os pés muitas vezes, dependendo das manobras que quiseres fazer.
    6. Joelhos afastados e apontados em direções opostas – O joelho de trás deve também este, apontar para a frente, para permitir maior funcionalidade na coxo-femural. 
    7. Pernas/ joelhos demasiado fletidos – Já falei anteriormente noutros posts que este á uma das razões muitos dos praticantes estão a condenar a evolução. Esta força exagerada nas pernas não é necessária, quando a viagem na onda, vai controlada. Antes pelo contrário, vai fazer com que não as possas usar para fazer uma mudança de direção ou absorver a instabilidade ao longo da onda.
    8. Pernas em alta tensão – Reforço a descrição anterior. Para perceber quanto grave é este erro.
    9. Bacia e ombros lateralizados – Corrigindo por excesso, para que o cérebro processe a informação sobre a posição necessária, devemos tentar virar os ombros alinhando com a perpendicular do stringer da prancha e a bacia deve fazer um ângulo de 45º no mínimo, nunca menos, para que no futuro, não seja quase impossível corrigir este constrangimento funcional.
    10. Braços alinhados com o stringer da prancha – De novo, correção por excesso, ambos perpendiculares ao comprimento da prancha. 
    11. Braços pendem os dois do mesmo lado da prancha – Sempre sempre, um da cada lado do Rail ou bordo da prancha.
    12. Pé de trás não apoia o calcanhar – Erro recorrente, muitas vezes por falta de mobilidade no tornozelo, muitas vezes, porque se o teu Treinador, não te identifica o erro. Se a razão deste erro é a falta de mobilidade, um treinador que seja também formado em Exercício físico e saúde pode ajudar, se existe dor, deve procurar um terapeuta. 
    13. Olhar dirigido para os pés ou para baixo – Para além de não saberes para onde vais, se cometes este erro, és também um grande perigoso!!! Olhar dirigido para onde queres ir, SEMPRE!
    14. Estilo “ninja” muito marcado – Esta abordagem nada flexível, precisa de deixar entrar mais e nova informação. Tentem e verão a diferença. 
    15. Centro de massa projetado no apoio de trás – Já notaste, com certeza, que por vezes quando perdes a onda, depois de ficares de pé a prancha, esta aponta para cima?…
    16. Centro de massa projetado nos 2 apoios – Deve-se à tua posição ninja, ou posição lateralizada. A consequência é mais uma vez, a perda de ondas,… 

Para corrigires estes erros? Hummmm, Tenho uma dica: Vem ter connosco!