Como saber que é hora de deixar a espuma e ir para as ondas?

Como saber que é hora de deixar a espuma e ir para as ondas?

Depende das habilidades adquiridas, do controlo da prancha, da educação de mar, e do saber estar, sem importunar o lazer dos outros.

Na Good Surf Good Love, damos uma relevância muito grande ao permanente controlo da prancha.

Mas não é só. Tudo se analisa em dados e são estes dados que costumamos usar para definir níveis de habilidade: controlo motor, força e resistência específica, mobilidade e conhecimento de si próprio e do mar.

Se é que se pode fazer alguma regra, em resposta a esta questão, podes começar a ir para o outside e deixar a espuma, se já adquiriste, de forma consistente as seguintes habilidades:

  1. Pões e ficas de pé com sucesso e conservas o equilíbrio, ao correr a espuma até à praia, em mais de 80% das tuas ondas.
  2. És capaz de manter a tua prancha controlada (debaixo das tuas mãos, debaixo do braço, debaixo da barriga ou nos teus pés), mais de 80% do tempo e mostras intenção de melhorar esse controlo.
  3. Sabes identificar uma direita e uma esquerda.
  4. Consegues conduzir a tua prancha para a esquerda ou para a direita, por decisão tua.
  5. Consegues correr as espumas para a direita e para a esquerda, até à praia.
  6. Sabes sair/descer da prancha com controlo, sem perder a prancha.
  7. Consegues dividir a tua atenção entre o controlo das tuas habilidades, e tudo o resto que se passa à tua volta, de forma a não colocares ninguém em risco de colisão.
  8. Compreendes minimamente como a zona de surf se organiza, de forma a saberes por onde poderás ir até ao outside, sem prejudicares as corridas dos surfistas, e sem te colocares em risco, a ti ou aos outros praticantes.
  9. Sabendo nós que o risco está sempre associado, tens noção por onde o podes/deves minimizar.
  10. Se nas tuas sessões de espuma não apanhas ainda pelo menos umas 20 ondas e tens sucesso em mais de 16, então continua a praticar nestes 2 aspectos, até seres consistente, pois no lineup, tens de “disputar” ondas e fazer por merecê-las. Se falhas muitas ondas, não vais ser respeitado num dias de ondas boas pelos verdadeiros surfistas. Além disso, nunca é demais repetir, vais estar a colocar-te a ti e aos outros praticantes e surfistas em risco!

Considera as seguintes notas:

NOTA 1:  Quando referimos que já adquiriste determinada habilidade, queremos dizer que tens sucesso nas referidas tarefas, mais de 80% das vezes. Ou seja, em cada 10 tentativas, és bem sucedido em 8. Lembra-te também que estas são as habilidades que já dominas nas espumas! Se ainda não as dominas, não vale ainda a pena ires aventurar-te no lineup, ou na zona dos surfistas.

NOTA 2: A primeira vez que vais até ao lineup, deve ser num dia de mar muito pequeno e, numa zona com poucas pessoas.

NOTA 3: Quando falamos em colocar alguém em risco, falamos da sua integridade física, do seu equipamento e da sua disposição, que é tão importante como um corte na cara ou um ding na prancha.

NOTA 4: O ideal é que esta progressão seja acompanhada e monitorizada por um profissional qualificados. (mais uma matéria absolutamente polémica e extensa para abordarmos em breve 😅)

Umas das regras que deveria gerir os linups hoje em dia é a regra dos mestres havaianos, que simplesmente consideravam vergonhoso alguém interferir na onda de outro surfista.

Acerca desta matéria, há muito mais que falar:

Prioridades, localismos, quem deve estar onde, e que comportamento ter, sabendo nós que a nova era do surf, implementou também novas formas de estar que noutros tempos não eram aceites, e ainda hoje, não o são, pelos surfistas do tempo dos linups vazios. Mais uma daquelas matéria que gostava de muito de debater!😬😉